Confira 7 profissões em alta no País; salário chega a R$ 45 mil


Você esta procurando o emprego dos sonhos? Tem duvidas sobre qual carreira seguir? Então se liga nessa!



Um estudo da consultoria Michael Page apontou sete profissões que estão em alta no Brasil. Entre novas especialidades e atividades com escassez de profissionais aptos, as áreas chegam a pagar salários de R$ 45 mil, de acordo com a pesquisa.

» Concursos abrem vagas com salário de até R$ 21 mil

"São profissões muito especializadas, que atendem a demandas atuais e futuras. A perspectiva para os próximos anos é de ampliação no campo de trabalho desses cargos", afirmou em nota Paulo Pontes, presidente da Michael Page no Brasil.
O levantamento foi realizado também nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha e França. Confira as profissões que mais se destacam no Brasil, segundo a consultoria Michael Page:
Gerente de treinamento do varejo: o profissional é responsável por treinar os funcionários de cada ponto de venda. De acordo com a Michael Page, antes as empresas adotavam um treinamento-padrão para todos os funcionários, mas atualmente é mais produtivo elaborar programas específicos
Formação: administração de empresas, recursos humanos e psicologia
Salário: de R$ 8 mil a R$ 12 mil
Gerente de identidade visual: é encarregado de adequar os pontos de venda ao perfil do público. Define o que deve ganhar destaque, as maneiras de abordagem e as ações promocionais. Elabora a identidade para a loja
Formação: publicidade e propaganda, marketing e administração, com experiência em varejo
Salário: de R$ 8 mil a R$ 12 mil
Gerente de comunidade: atua na comunicação com o consumidor por meio de redes sociais, blogs e fóruns online, principalmente, mediando as reclamações no Twitter ou Facebook
Formação: marketing e publicidade e propaganda
Salário: R$ 7 mil a R$ 10 mil
Gestor de reestruturação: gerencia a carteira de clientes endividados dos bancos. A área cresceu desde a crise econômica de 2008 por conta das dificuldades enfrentadas por empresas
Formação: gestão e administração de empresas, economia e engenharia, com pós-graduação em finanças e experiência comprovada em áreas de risco de crédito
Salário: R$ 14 mil a R$ 24 mil
Gerente de projetos: Faz a mediação entre o departamento de TI e as demais áreas da empresa, apontando as necessidades e limitações de cada departamento. Segundo a Michael Page, deve ser um bom comunicador para traduzir "tecniquês" e "juridiquês", por exemplo
Formação: engenharia e informática
Salário: R$ 12 mil a R$ 20 mil
Gerente de relações governamentais: é o interlocutor da empresa junto a órgãos governamentais e agências reguladoras, como Anatel e Aneel. Precisa ser especializado em questões legais, assuntos socioambientais e capacidade para lidar com a burocracia
Formação: comunicação, direito, administração de empresas, relações internacionais ou ciências sociais
Salário: R$ 12 mil a R$ 45 mil
Gerente de marketing online: cria a estratégia de marketing nas redes sociais. De acordo com a consultoria, na Europa e nos EUA, os profissionais desse ramo já contam com experiência de até dez anos no currículo. No Brasil, há carência de profissionais experientes
Formação: publicidade, propaganda e marketing
Salário: R$ 8 mil a R$ 15 mil