Tartarugas, salamandras e peixes lacrados vendidos vivos como amuleto na China






Hà muito tempo, surgiu uma moda entre os chineses que espanta qualquer amante da vida animal. Os pobres animais (entre eles tartarugas nativas do Brasil) são preso em pequenos plásticos com água, e são vendidos como amuletos e chaveiros para sorte. 


Os comerciantes afirmam que a água é cheia de nutrientes e que o animais podem viver durante meses ali (porém não há buraco para entrada de oxigênio nem de comida). Aumentando o horror da comercialização e do mal trato, é ainda indicado que o cliente, assim que o animal morra, o coloque em um microondas por alguns segundos e o sirva como aperitivo. Os animais, obviamente, morrem de asfixia antes da falta de alimento.


Infelizmente, essa prática não é ilegal na China. Em entrevista ao jornal Global Times (e reproduzida pelo NzHerald), Qin Xiaona,diretor (ou diretora) da ONG Capital Animal Welfare Association, descreveu as bugigangas como “imorais e abusivas aos animais, mas na China só há leis de Proteção para Animais Selvagens”.

Apesar de muita gente ter adquirido o souvenir pensando em ganhar boa sorte, várias pessoas também compraram os chaveirinhos apenas para soltar os bicinhos.

Além disso, várias ONGs de proteções aos animais iniciaram suas cruzadas contra a venda desse tipo de produto. O Petition Site, por exemplo, já conta com quase 30.000 assinaturas para uma petição solicitando o fim desse comércio.

Fonte: http://www.thepetitionsite.com/


Nenhum comentário:

Postar um comentário