Chega de dívidas

Não, isso não vai ser um post com dicas de um PHD em economia para que você possa se livrar de suas dívidas e tal. São as dicas de um cara que conseguiu contornar um mar de dívidas que seus pais deixaram pra traz em pouco tempo e com total sucesso.

Saber gastar nunca foi o forte dos meus pais e isso me deixou com dívidas quando assumi as despesas. Não conseguia entender a lógica de um empréstimo, quer dizer, você pega emprestado 10 mil, parcela o pagamento desse empréstimo no banco e ao final de todas as parcelas terá pago 17 mil ao banco.

Empréstimo - Banco só empresta dinheiro pra quem tem! Eles não são idiotas de emprestar dinheiro a uma pessoa que não poderá pagar, então se você tem crédito para fazer empréstimo é porque você tem mais dinheiro do que estará pegando emprestado. Não tem hoje a quantia que você quer, mas se poupar terá e é isso que os bancos não querem deixar você vê. Se você vai fazer um empréstimo pense muito bem se vai valer a pena pois os juros são muito altos. Será que esse empréstimo é realmente necessário? Será que não pode poupar dinheiro por mais alguns anos? Pense bem antes de dar esse passo.

Compras Parceladas - Vamos usar o exemplo da TekPix (aquela câmera digital que vive fazendo propaganda na tv). Eles colocam em destaque 45 reais e ali no cantinho da tela as "16 parcelas de" e muita gente pensa: NOSSA 40 REAIS POR MÊS!? ATÉ QUE TÁ BARATO. Dá vontade de dar uma pedrada em quem pensa isso, porque na verdade você estará pagando 720 reais em um produto que custaria em média 250 reais. Entendeu? Você acaba pagando mais caro quando parcela uma compra e quem paga a vista tem a vantagem do desconto. -Pensa comigo: Eles dizem que o juro é zero, mas pagando a vista tem desconto... então existe um juros já embutido no parcelamento, certo? Certo!

Cartão de credito - Talvez esse seja o primeiro passo rumo as dívidas. Assim que fiz 18 anos recebi por correio cartões de credito de 4 bancos e sabe o que fiz? Quebrei todos e joguei fora sem nem pensar em desbloquear algum deles. Use cartão de débito! É descontado direto na sua conta, você terá como limite o seu próprio saldo bancário e jamais pagará juros por isso.

Economize - Gaste sempre menos do que você ganha e faça disso sua rotina. Eu tenho um problema que não consigo andar com dinheiro no bolso sem gasta-lo e quando você usa cartões isso se torna um problema porque está sempre com todo seu dinheiro no bolso, mas consegui driblar esse meu problema criando duas contas. Tenho uma conta-poupança para guardar toda sobra de dinheiro do mês e uma conta-corrente para receber e usar o dinheiro livremente. Com duas contas consigo me controlar, pois vejo que tenho um saldo X para gastar e controlar e um saldo Y para alguma eventualidade.
Não veja seu salário como todo aquele que você ganha por mês. Desconte seus gastos como: aluguel, água, luz, internet, celular e alimentação. Assim se sentirá com menos poder e consequente disso gastará menos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores