Polícia captura gato que levava armas e telefone para prisão


Gato levava brocas, fone de ouvido, cartão de memória, celular, entre outros itens para dentro de presídio


Os agentes penitenciários da prisão Desembargador Luiz de Oliveira Souza, na cidade de Arapiraca, em Alagoas, capturaram um gato que transportava para o interior do presídio, preso em seu corpo, serras e um telefone celular.
O diretor administrativo da prisão, Anderson Souza, explicou que o animal foi criado por um grupo de presos sem que os guardas percebessem e depois entregue durante um dia de visita a familiares dos detentos, que o "equiparam" e deixaram próximo do presídio para que o animal retornasse por conta própria ao local.
No total, o animal levava aderido ao seu corpo brocas, fone de ouvido, cartão de memória, celular, baterias e um carregador de telefone móvel.
'Nós ficamos perplexos com a nova tática dos detentos', disse Souza. O animal foi enviado ao Centro de Controle de Zoonoses de Arapiraca. 
-Reportagem da revista Exame

Seguidores