ADE - Efeitos Colaterais



Atenção o artigo que irá ler a seguir é bem esclarecedor, conheça sobre o mesmo e nunca consuma esse tipo de  Óleo.
A administração de óleos diretamente no músculo está na moda, várias “estrelas” dessa moda estão aparecendo na mídia, com a manchete: “Jovem Morre após Injetar Anabolizante”. Saiba quais são os efeitos colaterais do ADE e porque você deve ficar longe disto.
O que é ADE ?
O ADE é um composto das vitaminas A, D e E, usado para tratar carencias e infecções em bovinos, eqüinos, suínos, caprinos e até coelhos.  Por conter vitaminas lipossolúveis o seu veículo é oleoso, o que estimulou a mente de algumas pessoas a usar esta substância como alternativa ao óleo Synthol.
ADE é um Anabolizante ?
O que são anabolizantes ? Um anabolizante é qualquer substância que ajude o crescimento muscular, ou seja, frango e batata doce podem ser considerados anabolizantes. Agora, esteróides anabolizantes são formas sintéticas de hormônios que ajudam no crescimento muscular, recuperação e aumento de força. Já o ADE não é um, nem o outro, este óleo quando aplicado no músculo, apenas inflama o local fazendo com que o corpo envolva a substância dentro dos fascículos das fibras musculares, aumentando o volume do local aplicado.
Efeitos Colaterais do ADE e outros Óleos Injetáveis
Além desta substância não ter nenhum benefício dos esteróides anabolizantes, ela tem efeitos colaterais muito mais perigosos, que podem trazer conseqüências fatais ou seqüelas que podem durar o resto da vida.
- Possível Paralisia Muscular da Área Aplicada: dependendo de como o óleo for injetado, a agulha pode atingir alguma distribuição de nervos e paralisar para sempre os músculos da região.
- Abscessos: podem aparecer caroços na região aplicada que podem demorar muito tempo para desaparecer.
- Infecções: dependendo da higiene e genética da pessoa que utiliza ADE, podem ocorrer infecções nas regiões aplicadas. No pior das hipoteses, pode ocorrer necrose.
Conclusão
Muitos jovens fazem uso desta substância sem saber o que estão colocando dentro do corpo. Coloque os fatores na balança e veja se realmente vale a pena correr sérios riscos de saúde e se você está pronto para virar manchete de jornal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores