Se você me perder eu não te perdôo mais nunca


Se eu morro de ciúmes de você?
Não, acho que essa não é a frase mais apropriada.
Se fosse só ciúme, desses que toda menina apaixonada sente, era fácil de lidar.
Não é medo que você seja de alguém, medo de traição ou coisa assim. É muito além.
É medo de te perder da minha vida. Medo de me desgrudar de você. Medo de que esse sentimento possa ser destruído.
É medo de ficar sem você.
É medo de me decepcionar. A decepção destrói tudo e pode ser muito mais forte que o amor. A mágoa? Vive ao lado da decepção, praticando barbaridades nos corações desprotegidos.
A frase mais apropriada, talvez fosse: se a gente se perder, todo o resto perde o sentido.
Eu não sei se dá pra acompanhar o raciocínio. Acho que não me traduzo muito bem.
Ficar sem você, seria como perder uma parte de mim.
Ou, como Clarice diria, ‘como perder um dente da frente, excrucitante!’
Eu seria uma pessoa pior, sem escrúpulos, sem paz, sem esperança. Ficaria descrente de tudo. Dos olhos, do sentimento, do sorriso, das brigas, dos torpedos, das mãos dadas, do suor, do abraço quente, do amor olhando nos olhos, do fazer amor.

Se você me perder eu não te perdôo mais nunca!

Nenhum comentário:

Postar um comentário